Máscaras para Gripe A

Categorias: Gripe A, Informações em September 24, 2009

Não existem estudos que comprovem que as máscaras que estão à disposição do publico sejam eficazes na prevenção da transmissão da Gripe A , como estamos na presença de uma doença nova, as recomendações para o uso de máscara baseiam-se na experiência obtida na prevenção de outras doenças respiratórias. Mais ainda temos que ter presente que nenhuma medida isolada pode garantir que a prevenção resulte, por isso quando recorremos ao uso de mascara não estamos a garantir que não vamos ser infectados, basta para isso tocar numa superfície que esteja contaminada e de seguida tocar nos olhos.

Em Portugal só é obrigatório o uso de máscaras em Centros de Atendimento à Gripe e a alguns Centros de Saúde e Hospitais, mas devemos estar preparados para o pico da infecção que ainda não chegou, é importante ter máscaras preparadas para quando for preciso. É importante se a Gripe A piorar e se espalhar mais eficazmente que se uso máscara em locais públicos, como comerciais, transportes, escolas, etc.

Não está provado que o uso de máscaras, por exemplo, de máscaras cirúrgicas, ofereça uma protecção eficaz ou reduza o contágio de gripe, no caso de uma pandemia ou durante a época de gripe. Por isso, o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC) não recomenda o seu uso. Apenas aconselha o seu uso no contexto da prestação de cuidados de saúde. Contudo, as pessoas na comunidade podem optar por usar máscaras. Se estas forem usadas e eliminadas de forma adequada, é pouco provável que causem problemas ou aumentem as probabilidades de contágio. Depois de retiradas, as máscaras devem ser, de preferência, metidas num saco de plástico, que terá de ser bem fechado. Esse saco deve juntar-se aos resíduos domésticos normais. Em seguida, lave bem as mãos, de acordo com as instruções disponibilizadas em “medidas de protecção individual”, em www.dgs.pt!

Deixe um Comentário: